domingo, 31 de julho de 2016

Em artigo, Flávio Dino diz que a máquina do governo não estará nas disputas municipais, mas ele atuará como militante das boas ideias

"Pessoalmente, durante as noites e nos finais de semana, continuarei atuando como militante no debate em favor de boas propostas que coloquem os municípios na mesma linha de objetivos sociais que defendemos para o Estado. Mas no dia a dia, como governador, continuarei administrando sem jamais olhar a cor partidária de ninguém", diz Flávio Dino.
Novidades nas eleições de 2016

Por Flávio Dino

As eleições municipais deste ano terão sabor nunca experimentado. Em nível nacional, porque pela primeira vez vão se realizar sem o peso desigual do financiamento privado abusivo. Aqui no Maranhão porque, também de forma inédita, o Palácio dos Leões não participará da disputa. Eu estarei nas ruas como militante das boas ideias, mas não a máquina de governo. Essa seguirá servindo a todos os maranhenses – e não aos interesses de um só grupo político, como vimos ao longo dos últimos 50 anos.

Sem a distorção que representa o abuso do financiamento privado das eleições, teremos condições mais equânimes de disputa em todo o país. E o eleitor vai olhar com mais atenção o que realmente interessa: a história e as propostas de cada candidato, que serão difundidas predominantemente pela TV, Rádio e Internet.

Aqui no Maranhão, a novidade será que os Leões que guardam o Palácio não mais rugirão em favor da campanha deste ou daquele candidato. Eles não mais perseguirão aos que se colocam contra este ou aquele grupo político. Este é um governo de espírito democrático, republicano, que não faz nem fará operações com dinheiro público para financiar qualquer candidato que seja, como foi regra por 50 anos em nosso estado.

Isso porque tenho clareza de que fui eleito governador não porque o povo maranhense queria apenas mudar de políticos, mas sim porque queria mudar a forma de fazer política em nosso estado. Buscava a mudança definitiva para uma Era de Direitos, como falei em meu discurso de posse: uma época de igualdade perante as leis. Um período em que a política é uma competição livre e aberta, em que ninguém é perseguido por divergência política. Uma Era de Direitos, em substituição à Era dos favores e da utilização da maquina pública como instrumento de cooptação.

Portanto, durante o período eleitoral, o Governo de Todos Nós continuará operando sob a mesma bandeira. Ou seja, sendo de todos os maranhenses que contribuem com a sociedade pagando seus impostos. Com esse tipo de atitude, contribuímos para que se extirpem os vícios plantados em nosso estado por 50 anos de patrimonialismo, resultando nos terríveis indicadores sociais contra os quais hoje lutamos.

Pessoalmente, durante as noites e nos finais de semana, continuarei atuando como militante no debate em favor de boas propostas que coloquem os municípios na mesma linha de objetivos sociais que defendemos para o Estado. Mas no dia a dia, como governador, continuarei administrando sem jamais olhar a cor partidária de ninguém.

Espero que o período que se inicia seja de bom debate para a sociedade. Que possamos debater de forma qualificada o futuro da Pólis, o espaço público das cidades, que é missão inalienável da Política. Essa Política tão desacreditada nos dias atuais, mas que é uma atividade essencial da espécie humana. Somos gregários, precisamos dos outros, produzimos riquezas e cultura sempre coletivamente. Dividimos imperativamente o nosso destino com as pessoas do nosso núcleo mais próximo de convivência, mas também com milhares e milhões que sequer conhecemos. E somente a Política pode organizar essa fantástica caminhada compartilhada. Logo, vamos a mais um processo eleitoral com atenção, fé e esperança.

sábado, 30 de julho de 2016

Convenção aclama Edivaldo como candidato à reeleição


Em convenção dos partidos aliados, realizada na Batuque Brasil, foi oficializada a candidatura do prefeito Edivaldo Holanda Júnior à reeleição. No palanque, dirigentes das agremiações que integram a maior coligação da capital convocaram suas militâncias a unirem forças pela renovação do mandato do prefeito que, segundo eles, vem trabalhando com determinação para melhorar a qualidade de vida da população de São Luís.

O prefeito fez um discurso forte conclamando a militância para a campanha em São Luís. Edivaldo fez um balanço de sua gestão antes de conclamar o exército de militantes a ganhar as ruas em busca da vitória. “Estamos reunidos com nosso exército para que a partir de agora possamos sair daqui com o grito da vitória e com o argumento: São Luís não pode parar”.

O prefeito ressaltou, ainda, o projeto político do campo aliado ao governador Flávio Dino, para 2016 e 2018. “O projeto desses partidos que aqui estão continua firme e vamos juntos em 2018. Vencemos em 2012, assumimos uma administração muito desfavorável e partimos para arrumar a casa e implantar as mudanças passo a passo, agora estamos colhendo os frutos dessa parceria com o Governo do Estado que nos permitiu reestruturar a cidade”, afirmou.

Os presidentes do PDT, Weverton Rocha, e do PCdoB, Márcio Jerry, os dois principais partidos da aliança, destacaram a sabotagem da ex-governadora Roseana Sarney com a administração Edivaldo, mas que ele, apesar da perseguição, teve a capacidade de administrar e cumprir seus compromissos assumidos com a população durante a campanha eleitoral de 2012, quando se elegeu e recebeu como herança uma prefeitura falida e com a cidade transformada em caos.

“Vamos mostrar a partir de hoje nossa força com maior energia ainda para reeleger Edivaldo, porque São Luís deve continuar no rumo certo”, enfatizou o presidente estadual do PCdoB e secretário de Comunicação e Articulação Política do Governo, Márcio Jerry, sob aplausos do grande público que lotou as dependências da Batuque.

O presidente do PDT, deputado federal Weverton Rocha, observou que após dois anos de perseguição do grupo Sarney, a harmonia entre os poderes Executivos estadual e municipal foi restabelecida com as parcerias feitas com o governo de Flávio Dino que haviam sido negadas pela ex-governadora. Durante os quatro anos de seu mandato não fez um único convênio com o município de São Luís.

A grande expectativa do dia era sobre quem seria o vice na chapa do prefeito. O posto continua em aberto. Mas agora, o favoritismo está entre indicação do PSB e do PCdoB. O PSB não participou. Até porque a convenção do partido está marcada para dia 5 de agosto.

'Existe peleumonia', diz médica mineira, em resposta 'lacradora' para polêmica

Júlia Rocha, que também é cantora e já participou do The Voice, disse que profissional da saúde deve escutar paciente. Esta semana, um médico de São Paulo postou deboche sobre a forma como os pacientes falam
De acordo com ela, também existe 'disintiria, quebranto, mal olhado, impíngi, cobreiro, vento virado, ispinhela caída'

"Existe peleumonia. Eu mesma já vi várias. Incrusive com febre interna que o termômetro não mostra". Com essa resposta, a médica mineira Júlia Rocha encerra o assunto que movimentou as redes sociais esta semana.

Júlia também é cantora e participou do programa The Voice Brasil, da TV Globo, no ano passado. A mensagem dela, publicada no fim da noite de sexta, passava de 7 mil compartilhamentos no momento da publicação desta matéria.

A polêmica começou depois que o médico Guilherme Capel publicou foto zombando da maneira como os pacientes falam. Na selfie, o profissional aparece com um receituário com o deboche: "Não existe peleumonia nem raôxis".

Depois que a polêmica viralizou e ele foi afastado das funções de plantonista do Hospital Rosa de Lima, em Serra Negra (SP), Gabriel pediu desculpas: disse que a imagem não passava de uma "brincadeira de Facebook" e pediu para não ser julgado.

Em aula de humanidade e respeito, a resposta de Júlia incorpora oralidades típicas da língua portuguesa no Brasil e cita disintiria, quebranto, mal olhado, impíngi, cobreiro, vento virado, ispinhela caída.


A médica continua: "Eu tô aqui pra mode atestá. Quem sabe o que tem é quem sente. E eu quero ouvir ocê desse jeitinho. Mode a gente se entendê. Por que pra mim foi dada a chance de conhecê as letra e os livro. Pra você, só deram chance de dizê." E conclui: "Pode dizê. Eu quero ouvir."

PRF multa mais de 80 veículos que trafegavam pelo acostamento da BR-135 na manhã deste sábado

Em muitos casos, o condutor infrator só fica sabendo que foi flagrado quando recebe a notificação em casa. A maior parte das multas aplicadas nesta fiscalização na BR 135 foi sem a abordagem dos veículos.
Policiais rodoviários federais do serviço de ronda da delegacia metropolitana da PRF, em São Luís, flagraram dezenas de veículos trafegando pelo acostamento entre o km 5 e o km 1, no sentido decrescente, da BR 135.

A fiscalização aconteceu na manhã deste sábado (30), em apoio a equipes que fazem recapeamento do leito estradal. Enquanto aplica a camada asfáltica, a equipe deixa uma faixa livre para a circulação. Alguns motoristas mais apressados, no entanto, utilizam o acostamento da via para trafegar, o que é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro, que prevê multa de R$ 574,00 para os infratores.

O acostamento é destinado para situações de emergência, defeito mecânico e para a circulação de pessoas. Quando o condutor precisar parar o veículo no acostamento, ele deverá acionar o alerta do carro.

Nos feriados é comum a aplicação desta infração pela PRF nas rodovias federais. Em muitos casos, o condutor infrator só fica sabendo que foi flagrado quando recebe a notificação em casa. A maior parte das multas aplicadas nesta fiscalização na BR 135 foi sem a abordagem dos veículos.

Retorno das férias

A previsão para este domingo (31) é de aumento de fluxo nas rodovias do estado. A maior quantidade de veículos circulando aumenta os riscos de transtornos durante a viagem de volta. Por isso a PRF recomenda cautela aos condutores. Que não excedam a lotação do veículo, evitem ultrapassagens indevidas, respeitem os limites de velocidade, não ingiram bebida alcoólica e se certifiquem que todos os ocupantes do veículo estejam fazendo o uso do cinto de segurança. Além disso, que não se esqueçam de acender os faróis baixos durante a viagem.


Fonte: NUCOM PRF/com informações da equipe de plantão

Ações integradas da polícia diminuem em quase 20% os registros de homicídios na Grande São Luís em relação a 2014

Dentre as medidas diretas tomadas pelo governo para mudar estes números estão o monitoramento intensivo das áreas onde existem maior demanda; a colocação da Polícia Civil nas ruas para trabalhar unida à Militar; descentralização da atividade policial com a criação das Superintendências especializadas; e canais diretos com a população para denúncias.
A diminuição nas estatísticas de crimes é um dos maiores desafios para a Segurança Pública em todo o país. Desde o início da gestão Flávio Dino as forças policiais se uniram e realizam ações conjuntas para frear o avanço destes tipos de crime e o resultado tem sido a queda gradativa e constante dos números. A polícia nas ruas e a realização de operações com foco específico têm contribuído para diminuir os registros de homicídios dolosos na Região Metropolitana de São Luís. Só em relação aos primeiros semestres de 2014 e 2016, essa diminuição chegou a 19,67% destes casos.

Em 2015, primeiro ano de governo, a ação integrada das polícias conseguiu diminuir os registros já no primeiro semestre com 6,71% menos casos que em 2014. Somaram 432 registros em 2014 e caíram para 403 em 2015 – o que significa 29 vidas salvas. A diminuição foi ainda maior comparando 2015 e 2016, quando as operações colocadas em prática já demonstravam um resultado mais eficaz: 347 registros de homicídios dolosos.

E no comparativo 2014 com 2016, os números são ainda mais significativos. Foram salvas 87 vidas e a queda registrada em 19,67%. Os dados são da Unidade de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA).

O secretário de Estado de Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela, ressaltou a importância da união das polícias geral para êxito das ações na área. Ele explicou que “a execução de planos estratégicos a serem seguidos em todo o Maranhão são determinantes para conter a violência e mostra o poder de organização da polícia”.

“É um trabalho constante, que não para. A Segurança tem uma grande demanda a atender e lidamos com problemas que se perpetuaram ao longo dos anos, sem que fossem solucionados. O governador tem essa área como uma das prioridades e está reestruturando o setor para que possamos ter êxito. E temos conseguido, com todos os esforços reunidos”, avalia o delegado geral de Polícia Civil, Lawrence Melo.

Dentre as medidas diretas tomadas pelo governo para mudar estes números estão o monitoramento intensivo das áreas onde existem maior demanda; a colocação da Polícia Civil nas ruas para trabalhar unida à Militar; descentralização da atividade policial com a criação das Superintendências especializadas; e canais diretos com a população para denúncias.

HOMICÍDIOS DOLOSOS – GRANDE SÃO LUÍS
2014
Jan - 87
Fev - 68
Mar - 78
Abr - 69
Mai - 71
Jun - 59
TOTAL - 432

2015
Jan - 84
Fev - 70
Mar - 73
Abr - 54
Mai - 62
Jun - 60
TOTAL - 403
No 1º semestre de 2015 houve uma diminuição de 6,71% nos casos de homicídios dolosos na Região Metropolitana de SL, em relação a 2014.

2016
Jan - 63
Fev - 71
Mar - 66
Abr - 46
Mai - 55
Jun - 46
TOTAL - 347
No 1º semestre de 2016 houve uma diminuição de 13,89% nos casos de homicídios dolosos na Região Metropolitana de SL, em relação a 2015.

No 1º semestre de 2016 houve uma diminuição de 19,67% nos casos de homicídios dolosos na Região Metropolitana de SL, em relação a 2014.


* Fonte: SSP-MA

Pecuarista é preso por agiotagem e prática de outros crimes na cidade de Barra do Corda

Raimar Costa foi autuado em flagrante por quatro crimes, um deles o de usura ou agiotagem. Foram apreendidos blocos de recibo, um canivete, uma espingarda, cartuchos e pastas.
O pecuarista Raimar Costa Pinto foi preso por policiais da Delegacia Regional de Barra do Corda, na sexta-feira (29), por suspeita de prática de diversos crimes e ameaças.

De acordo com os policiais, o fazendeiro é suspeito de crimes como usura, posse ilegal de arma de fogo, ameaças, invasão de domicílio e crime ambiental.

Na ação policial, na casa do pecuarista, foram encontrados cadernos de anotações e notas promissórias relacionadas a empréstimos a juros (agiotagem) feitos pelo conduzido com valores muito elevados a empresários da cidade. Os policiais encontraram, ainda,  uma espingarda, uma faca e diversos cartuchos.

Raimar é acusado também de prática de crime ambiental, pois teria matado o cachorro de uma suposta vítima, colocá-lo dentro de uma mala e deixá-lo em cima da cama dessa pessoa. A mesma vinha sendo aterrorizada pelo pecuarista, possivelmente por conta de dívidas.

A operação foi chefiada pelo delegado regional de Barra do Corda, Renilton Ferreira e contou com a participação de policiais da equipe de capturas.

Com a presença de Flávio Dino, multidão lota convenção em apoio à reeleição de Luciano Leitoa em Timon

“Sei que é necessário continuar o caminho de investimentos na saúde, educação e segurança em Timon. Vocês estão vendo o volume de obras na cidade. A garantia que ofereço é a continuidade do trabalho de Luciano", pontuou o governador.
Na noite desta sexta-feira (29), mais de 10 mil pessoas lotaram terreno na Avenida Teresina, no município de Timon, para prestigiar a Convenção Municipal que lançou a coligação em apoio à reeleição do prefeito da cidade, Luciano Leitoa (PSB). O evento, que contou com a presença do governador Flávio Dino, além de oficializar a candidatura para continuação da gestão de Leitoa no município, define o nome de João Rodolfo (PCdoB) como candidato a vice-prefeito na mesma chapa.

Durante o ato, Flávio Dino destacou os avanços obtidos por Luciano Leitoa em Timon, defendendo a continuidade do trabalho desempenhado pelo prefeito no município. “Sei que é necessário continuar o caminho de investimentos na saúde, educação e segurança em Timon. Vocês estão vendo o volume de obras na cidade. A garantia que ofereço é a continuidade do trabalho de Luciano", pontuou o governador.

Em sua fala, Flávio Dino elogiou a capacidade de liderança de Luciano Leitoa. “Ele é um líder partidário, um pai de família exemplar, uma das maiores lideranças do nosso estado. Eu vim em nome dos 7 milhões de maranhenses dizer que temos orgulho do nosso prefeito Luciano”, disse.   

Luciano Leitoa relacionou a calorosa recepção popular em apoio a sua candidatura, ao modo como ele vem desempenhando seu papel como gestor do município. “Da forma que fazemos política em Timon, não tinha dúvidas de que este espaço estaria assim hoje”, frisou.

O atual prefeito falou ainda sobre as ações municipais que vem garantindo maior desenvolvimento e justiça social para os timonenses, por meio do apoio que vem recebendo do governo do Maranhão.

“Político tem que ter caráter e posição. Aqui em Timon acabamos com as últimas três escolas de taipa. Governar com muito dinheiro é fácil. Quero ver governar com as dificuldades que encontramos. Foram dois anos sozinho, mas hoje temos o apoio de Flávio Dino. Nós sabemos reconhecer aqueles que nos ajudam”, garantiu o prefeito.

O candidato a vice-prefeito de Timon pelo PCdoB, João Rodolfo, disse que está disposto a trabalhar em prol de toda a população do município. “Não tenho medo de trabalhar, de cuidar da vida de cada timonense”, assegurou.

Participaram da grande festa em Timon os deputados federais Weverton Rocha (PDT), Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e José Reinaldo Tavares (PSB); a deputada estadual Ana Mendonça (PCdoB) e o prefeito de Teresina, Firmino Filho. 

Outras convenções

Também durante essa sexta-feira (29) foram realizadas convenções do PCdoB em outras cidades maranhenses. Em Junco do Maranhão, convenção municipal homologou a candidatura de Antônio Filho (PCdoB) para prefeito.

Em Lima Campos foram confirmadas as candidaturas de Marta (PCdoB) e Andreia (PRB), respectivamente, para prefeita e vice-prefeita da cidade.

Em Feira Nova do Maranhão, Tiago Dantas foi definido como candidato a prefeito pelo PCdoB, tendo como vice, Rosi Mota (PRB).

Também foi realizada convenção em Barra do Corda, ratificando a candidatura do prefeito Eric Costa à reeleição (PCdoB). 

Mais convenções municipais do PCdoB-MA serão realizadas neste sábado (30) e no domingo (31) em várias regiões do estado.      

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Governador Flávio Dino entrega viaturas e reforça segurança em Timon

O município de Timon foi mais um dos contemplados com a aquisição de equipamentos para as força policiais, reforçando as ações do programa de reestruturação e valorização da segurança pública, executado pelo Governo do Estado. Nesta sexta-feira (29), o policiamento militar da região recebeu o reforço de cinco novas viaturas, modernas e equipadas, para potencializar o trabalho de combate à criminalidade. O governador Flávio Dino fez a entrega oficial dos veículos na sede do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM).

“Nós temos que intensificar a nossa ação na rua. Os equipamentos chegam para ampliar o trabalho. Estamos entregando essas viaturas, que estão a serviço de um objetivo importante: casar ações efetivas, concretas, ampliando a sensação de segurança”, declarou o governador Flávio Dino ao ressaltar que esta é apenas mais uma medida no grande plano de reestruturação das forças de segurança do estado.

A solenidade de entrega das viaturas foi acompanhada por membros da Polícia Militar, incluindo 81 praças que trabalham na região e foram beneficiados com as 1.442 promoções realizadas no último dia 19 no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em São Luís. Alguns dos policiais já tinham o direito ao benefício, mas aguardavam há alguns anos pela oficialização da promoção, o que ocorreu apenas com a gestão do governador Flávio Dino.

“Estou muito satisfeito porque nenhum outro governo fez uma promoção tão grande para a Polícia Militar. Este é um governo que nos acompanha de perto, sabe das nossas dificuldades e tem respondido aos nossos anseios. Um governador que visita um quartel no interior eu nunca tinha visto”, afirmou o sargento Ribeiro, do 11º BPM, que esperou cinco anos e agora teve acesso a promoção.

Além da valorização e reconhecimento dos policiais, as cinco novas viaturas entregues, nesta sexta-feira, para o policiamento na cidade se somam às demais ações já realizadas na região pelo Governo do Estado. Os novos veículos possuem sistema de transmissão e armazenamento de imagens permitindo que o policial receba informações de suspeitos em qualquer lugar em que estiver.

Outro diferencial dos veículos entregues é que eles são equipados com sistema de rastreamento; tabletes para monitoramento das operações em tempo real; GPS e sistema de localização; câmeras internas e externas; além de radiocomunicação compatível com o sistema digital da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). As novas viaturas utilizam um programa específico para a transmissão de dados, diminuindo as interferências de outros sinais.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, destacou que são muitos os investimentos da atual gestão para melhor equipar o sistema de segurança. “As novas viaturas e todos os equipamentos que o Governo do Estado tem adquirido para o trabalho diário da polícia vai possibilitar ampliarmos a contenção da violência”, disse Portela.

Além dos novos veículos, o município já havia sido contemplado com outras oito viaturas e cinco motocicletas. Considerando o território da cidade e as dificuldades de acesso a alguns povoados e regiões do entorno, as motocicletas garantiram mais agilidade ao policiamento e no atendimento às ocorrências.

Outros reforços

Para reforçar o policiamento na região, o Governo já havia reformado totalmente a sede do 11º Batalhão da Polícia Militar. Após a reforma, o ambiente está mais adequado para acolher o efetivo e também atender a população. O novo prédio conta com alojamentos, auditório, refeitório e salas mais estruturadas, além da modernização da central de operações. Outro benefício foi o incremento do efetivo da localidade com a incorporação de mais 40 novos policiais, sendo 15 bombeiros e 25 policiais militares.

Satisfação


Satisfeitos com as ações de reestruturação e valorização da Segurança Pública na região, os policiais comemoraram a entrega das novas viaturas que trarão ainda mais agilidade e resolutividade no trabalho já desempenhado. “A política de valorização do atual governo está sendo muito gratificante para os policiais. Os novos equipamentos só vêm a nos ajudar no nosso serviço diário de proteção da população”, comentou o sargento Júnior, do 11º BPM.

Uma pessoa morre e três ficam feridas em acidente na BR-316, em Caxias

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas em um acidente de grandes proporções envolvendo três veículos na BR-316, em Caxias, a 360 Km de São Luís, na tarde desta sexta-feira(29).

Segundo as primeiras informações, bombeiros lotados no 5° Batalhão, em Caxias,  foram acionados por volta de meio-dia para atendimento à ocorrência.

O acidente envolveu um Fiat/uno Mille Fire, cor preta, placa, LVX-3576 de Teresina-PI, Uma D-20, vermelha, placa HUB-2274 de Caxias-MA, e um Classic, preto, de placa OJA-5998 de José de Freitas-PI.

Três vítimas, que ficaram com ferimentos, foram atendidas ainda no local pelo corpo de bombeiros, sendo encaminhadas pelo Serviço de Atendimentos Móvel de Urgência (SAMU) ao hospital de referência de Caxias.

As causas do acidentes e os nomes das vitimas estão sendo apurados.

Médico debocha de paciente na internet: 'Não existe peleumonia'

Médico e duas funcionárias foram afastados após a postagem na internet.
Guilherme Capel disse que não teve intenção de ofender e pediu desculpas.
Do G1 Campinas e Região

Um médico plantonista no Hospital Santa Rosa de Lima, em Serra Negra (SP), foi afastado do trabalho após ter tido uma foto sua publicada numa rede social com o título “Uma imagem fala mais que mil palavras”. 

Na foto, Guilherme Capel Pasqua mostra o receituário médico com o seguinte dizer: “Não existe peleumonia e nem raôxis”.

Vinte minutos antes da postagem, na quarta-feira (27), o médico havia atendido ao mecânico José Mauro de Oliveira Lima, 42 anos, que estudou até o segundo ano do ensino fundamental e não sabe como falar corretamente algumas palavras.

Seu enteado, o eletricista, Claudemir Thomaz Maciel da Silva, de 25 anos, o acompanhava na consulta e revela que, assim que souberam o diagnóstico, o mecânico perguntou sobre o tratamento para a "peleumonia". A reação do médico, conta Claudemir, não foi muito profissional.

"Quando meu padrasto falou pneumonia e raios x de forma errada, ele deu risada. Na hora, não desconfiamos que ele iria debochar depois na internet. O que ele fez foi absurdo. O procurei e escrevi para ele na rede social que, independente dele ser doutor, não existe faculdade para formar caráter. Assim que ele viu minha postagem, apagou a foto.  Ele não quis conversar com a gente", conta Claudemir.

O eletricista conta que o padrasto ainda não sabe que virou assunto na internet e teme pela reação dele. Claudemir diz que o mecânico não pode estudar por falta de dinheiro.

"Meu padrasto não sabe falar direito porque não teve estudo. Ele vai ficar muito triste quando souber o que aconteceu, estamos evitando contar, mas ele vai acabar descobrindo. Ele trabalhava como cozinheiro aqui em Serra Negra e depois se tornou mecânico. Lembro que ele estudava, mas precisou abandonou as aulas para cuidar de mim. Tive tuberculose aos dois anos e, nessa época, ou ele estudava ou pagava meus remédios", lembra.

Indignação
Outros parentes e amigos da família ficaram indignados com a postagem do médico e começaram a reproduzir a foto. "Não podemos aceitar esse tipo de pessoa se julgando melhor que outras pessoas que estão convalescente e não teve a mesma escolaridade que um cidadão que se julga melhor que outros seres humanos por causa de seu diploma, volta pra sua faculdade e aprende um pouco mais sobre Ética e cidadania (sic)", reclamou um morador.

"Os pacientes têm que ser tratados com respeito, poderia ter sido com alguém da minha família. As pessoas não têm obrigação de saber falar direito, na maioria das vezes, são pessoa humildes, com dor e não estão preocupados se estão falando certo ou errado", disse outra pessoa.

As críticas foram ainda direcionadas a outras duas funcionárias do hospital que, assim como o médico, debocharam da forma como os pacientes costumam falar na unidade. Uma das funcionárias postou: "Tira minha pressão? Porque eu tenho tireoide". Assim como o médico, elas também foram afastadas.

Sindicância
Formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), o médico disse que não teve intenção de ofender e pediu desculpas aos que falam peleumonia ou raôxis. Ele acredita que é o contexto social que define as regras do português. Disse também que não estava trabalhando no momento e que fazia uma brincadeira entre os médicos que tem um grupo em rede social e que vai processar quem postou a foto na rede social.


O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) informou que vai instaurar uma sindicância para avaliar a conduta do médico.

Projeto de Lei ameaça direitos de servidores e instituições públicas; entidades realizam roda de diálogos na sede da PGJ na segunda-feira

A demissão de servidores públicos, o aumento da contribuição previdenciária, a suspensão da abertura de vagas e concursos públicos, o não pagamento de progressões e gratificações são algumas das várias consequências previstas.
Luiz Gonzaga Martins Coelho, Procurador-Geral de Justiça
O trabalho das instituições que atuam no combate à corrupção, como o Ministério Público, sofrerá um duro golpe caso o Congresso Nacional aprove o Projeto de Lei Complementar 257/16 que tramita na Câmara Federal.

O projeto, de autoria do Poder Executivo federal, ataca os direitos dos servidores públicos e tramita em caráter de urgência na Câmara dos Deputados.

Com o argumento de estabelecer plano de auxílio aos estados e ao Distrito Federal, e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal, o projeto de lei impõe duríssimas restrições orçamentárias ao serviço público.

Com votação prevista para a próxima segunda-feira, caso aprovado, o PLP 257 trará, como resultados reais, o congelamento dos salários, o desmonte da previdência social e a revisão dos Regimes Jurídicos dos Servidores. A demissão de servidores públicos, o aumento da contribuição previdenciária, a suspensão da abertura de vagas e concursos públicos, o não pagamento de progressões e gratificações são algumas das várias consequências previstas.

Todas essas medidas são exigências a serem adotadas pelos Estados caso queiram renegociar as suas dívidas com a União, que seriam estendidas por mais 20 a 30 anos, incluindo a redução de até 40% das parcelas mensais.

"Sob o pretexto de enxugar os gastos públicos, o projeto inviabiliza o trabalho das instituições que atuam no combate à corrupção e defendem os interesses dos mais necessitados, a exemplo do Ministério Público", destacou o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho.

Na avaliação do chefe do MPMA, caso o Congresso Nacional aprove essa proposta, o trabalho de instituições que fiscalizam os recursos públicos e atuam no combate à corrupção será fortemente comprometido, pois enfraquecerá a estrutura e inviabilizará o funcionamento normal das instituições.

O procurador-geral de justiça explica que, pelas novas regras, o Ministério Público teria seu orçamento limitado, especialmente pelas alterações da Lei de Responsabilidade Fiscal. "O Ministério Público Brasileiro não é contra renegociar as dívidas, nem contra o maior controle dos gastos públicos. Entretanto, essas medidas impõem um novo pacto federativo que prejudica as instituições democráticas, as ações de combate à corrupção e o trabalho dos servidores. Tudo isso prejudica a sociedade, que é a destinatária das nossas ações. Uma verdadeira afronta aos direitos humanos.", afirmou Gonzaga.

MOBILIZAÇÃO

Diante da tramitação do PLP, em regime de urgência, o chefe do MPMA e da Defensoria Pública Estadual, os presidentes do Tribunal de Justiça, do Tribunal de Contas do Estado, da Assembleia Legislativa e suas respectivas entidades de classe vão promover, na segunda, 1º de agosto, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís, às 8h, um café da manhã seguido de uma roda de diálogo em defesa das instituições democráticas. Todos os parlamentares da bancada maranhense no Congresso Nacional foram convidados, além da imprensa.

Em aceno aos anos 90, Sarney Filho manda reinstalar fax no ministério

A medida surpreendeu funcionários da pasta, não só pelo ar retrô, mas por soar estranho que justo o Ministério do Meio Ambiente passasse a utilizar aparelho de transmissão de mensagens que opera à base de papel.
DANIELA LIMA
FOLHA DE SÃO PAULO

No auge da popularidade dos aplicativos de troca de mensagens e dos e-mails criptografados, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), recorreu a uma medida que causou estranheza: mandou reinstalar em áreas estratégicas da pasta outrora aposentados aparelhos de fax.

O ministro tem um à disposição em seu gabinete e há outros em diferentes departamentos do prédio. Para que as máquinas voltassem –elas estão em franco desuso desde o fim da década de 1990– foi necessário fazer intervenções no edifício e abertura de espaço para cabos.

A medida surpreendeu funcionários da pasta, não só pelo ar retrô, mas por soar estranho que justo o Ministério do Meio Ambiente passasse a utilizar aparelho de transmissão de mensagens que opera à base de papel.

Há ainda o fato de que mensagens impressas em papel térmico – tipo utilizado nos fax– tendem a desbotar com o tempo e costumam durar cerca de cinco anos.

Segundo relatos, o ministro faz questão de receber documentos pelo fax, por mais extensos que eles sejam.

Procurada para comentar a mudança, a assessoria de Sarney Filho inicialmente respondeu à Folha que a informação não procedia. Informada de que a reportagem tinha fotos que comprovavam a instalação dos aparelhos, reformulou a resposta.

Segundo a assessora do ministro, há um aparelho na sala das secretárias dele, "que não tem sido usado". "Os outros [fax] vamos descobrir pelo seu texto."

Sarney Filho tem tido dificuldades em conciliar seu estilo ao dos funcionários de carreira do ministério.

A associação de servidores questionou formalmente o loteamento político do órgão. Em resposta, o ministro argumentou que "o realinhamento de cargos atende, antes de mais nada, ao que considero necessário para o correto funcionamento do MMA".

"O ministério não tem papel apenas técnico. Como os outros, tem também um papel político que, mal executado, trava a engrenagem."

O ministro nomeou uma funcionária de sua confiança como chefe de gabinete, Diva Alves Carvalho. Os problemas começaram quando o marido de Diva, Eduardo Carneiro, passou a ocupar também o cargo de assessor especial de Sarney Filho.

E cresceram quando a irmã do marido de Diva também ganhou um cargo, dessa vez no gabinete do deputado que assumiu a cadeira que era de Sarney Filho na Câmara, Davi Júnior (PR-MA).


"Todas as nomeações foram feitas dentro da legalidade", respondeu a assessoria.

Governo investe R$ 8,4 milhões em obras na Forquilha para agilizar tráfego de veículos e melhorar qualidade de vida de moradores

As obras que estão em andamento no bairro da Forquilha, em São Luís, vão trazer grandes benefícios para milhares de pessoas que moram, trabalham ou utilizam esta que é uma das áreas de maior circulação de veículos na Região Metropolitana de São Luís. 

Realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), as obras têm prazo de conclusão de cinco meses e vão modificar o trânsito na região, com um novo traçado geométrico na rotatória da Forquilha, facilitando o fluxo de veículos e pedestres que transitam entre São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar.

Os serviços de drenagem, novo revestimento asfáltico, construção de calçadas e sinalização serão realizados em duas rodovias estaduais – as MAs-201 e 202, na Avenida Guajajaras e em ruas do bairro. A primeira etapa da obra é a drenagem profunda, que está sendo feita nas Ruas Bom Jesus e Projetada. 
Com a tubulação que está sendo implantada, o escoamento de água da chuva vai ser feito de maneira adequada, evitando os alagamentos que eram comuns na Forquilha. É o que lembra o funcionário público José Augusto Veloso, que mora em um condomínio na Rua Projetada. “Aqui existem problemas sérios de alagamento, tinha apartamento no térreo que alagava. Essa obra é um anseio antigo da comunidade, vai melhorar muito”, explica.

A rede de drenagem profunda, com a colocação de galerias subterrâneas, está sendo implantada em três ruas, na Avenida Projetada e nas duas rodovias estaduais. Já nas ruas São José, São Miguel e Avenida Guajajaras, será feita a drenagem superficial, com a implantação de meio-fio e sarjeta. 

A estudante Juliana Martins diz que nas partes mais alagadas da Forquilha os moradores tinham muita dificuldade para chegar em casa em dia de chuva. “Ficava horrível, era esgoto e água da chuva acumulada, não tinha como passar de jeito nenhum. Agora a gente está vendo o serviço sendo bem feito e espera que resolva”, comemora.

No total, as obras de reurbanização da Forquilha representam um investimento de R$ 8,4 milhões do Governo do Estado. 

“Essa é uma intervenção de grande impacto, e com ela o Governo do Estado vai beneficiar a saúde, qualidade de vida e mobilidade urbana da população, com o fim dos alagamentos e congestionamentos em uma das áreas de trânsito mais complicado na Região Metropolitana de São Luís”, informa o Secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. 

É também essa a expectativa da professora Natália Cruz, que mora na Forquilha. “É um grande benefício porque precisamos de asfalto bom e de um bom lugar para caminhar, para passear. Com essa intervenção teremos melhor qualidade de vida”, afirma.

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...