segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Roseana Sarney assume que é a responsável pela crise no sistema prisional e na segurança pública


Aliados da governadora Roseana Sarney tentam passar para a população que os ataques promovidos por facções criminosas seriam estimulados por adversários do Palácio dos Leões. O próprio Lobão Filho, em entrevista na TV Mirante, insinua que essa onda de violência pode estar sendo estimulada com interesses eleitorais.

Na verdade, a principal responsável por toda essa crise e onda de violência é a governadora Roseana Sarney. Ela assumiu para si toda a responsabilidade pelo caos, ainda em 2013, quando foram registrados vários ataques criminosos e uma das rebeliões mais sangrentas no Presídio de Pedrinhas.

Na presença do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, disse que assumia toda a responsabilidade pela crise na segurança pública.

Como culpar outra pessoa ou grupo por mais essa crise na segurança e no sistema prisional. 

Frase do dia: “Eu não tenho medo de bandido e nem tenho medo do que eles estão fazendo”, diz Roseana

Depois do pânico e terror implantados por membros de facções criminosas, a governadora disse, na manhã desta segunda(22) que não tem medo da bandidagem. A declaração foi dada durante a inauguração de uma fábrica de refrigerantes, em São Luís.

Roseana jura que não tem medo
da bandidagem
“Eu não tenho medo de bandido e nem tenho medo do que eles estão fazendo”, disse.

É muito fácil dizer que não tem medo da criminalidade. A governadora vive cercada por seguranças pagos pelo povo do Maranhão. O Palácio dos Leões é uma verdadeira fortaleza, com policiais militares por todos os lados, durante 24 horas. Além disso, existem barreiras de grades por todo a área da sede do governo. Diante de qualquer ameaça, principalmente de manifestantes, a área é isolada imediatamente.

Outro grande contingente de policiais é disponibilizado para outras residências da governadora. Para onde ela se desloca, conta com grande aparato de segurança. Assim, é moleza dizer que não tem medo da bandidagem.
O cidadão comum, que não dispõe dessas regalias, não pode dizer o mesmo. Há bastante tempo, a violência assusta a população e deixa o cidadão vulnerável, sem que a governadora adote alguma medida mais rígida para combater o crime. 

Por que, até o momento, não solicitou a Força Nacional de Segurança para ocupar a região metropolitana de São Luís? Até quando a criminalidade vai continuar dando ordens e a disseminando o terror? Diante desse caos na segurança e no sistema penitenciário, não seria providencial uma intervenção federal no Estado?
Palácio dos Leões é uma verdadeira fortaleza


Talvez, quando esses ataques chegarem ao Palácio dos Leões ou mesmo à mansão da governadora, alguma providência mais rígida venha a ser adotada.

Enquanto isso, ela segue tranquila, sem medo. E o povo, em pânico!

Sarney diz que o Maranhão tem sorte de ter Roseana como governadora. O que dizer desse retrato da pobreza mostrado pelo jornal espanhol El País?

Na manhã desta segunda-feira(22), o ex-presidente e senador José Sarney, mais uma vez, vangloriou-se de ter tirado o Maranhão do atraso, em entrevista na Rádio Mirante AM, de sua propriedade.

“Vocês não conheceram o Maranhão da época em que assumi o governo, aos 35 anos de idade. Sempre tive um espírito desenvolvimentista, com planejamento. Fiz as principais rodovias, pontes, e ferrovia. Tirei o Maranhão do atraso”, disse o oligarca.

Segundo ele, o Maranhão continua crescendo com o governo Roseana. “O Maranhão tem sorte de ter Roseana Sarney como governadora, pois ela tem espírito desenvolvimentista”, diz.

O Maranhão tem sorte de ter Roseana como governadora, Sarney? O que dizer, então, dessa realidade mostrada em reportagem do jornal espanhol El País, retratando o drama de famílias que dormem para que a fome passe, em Alto Alegre do Pindaré?

Leia, Sarney, e se manifeste sobre esse tal ‘desenvolvimento’ promovido em 50 anos de mandos de desmandos na política maranhense. Ou se cale para sempre!

A busca pelos ‘excluídos do Bolsa Família’ encontra os brasileiros invisíveis

O EL PAÍS acompanha a procura do Governo por pessoas extremamente pobres que ainda não recebem o benefício, concedido para um quarto da população brasileira
A fila interminável da Esperança

Na porta de uma das casas de barro da zona rural de Alto Alegre do Pindaré (no oeste maranhense), Lucas, de 3 anos, brinca com o cadáver de um pássaro jaçanã ao lado das irmãs Ludmila, 6, e Bruna, 5. Dentro da casa, a mãe, Maria Eliane da Silva, de 22 anos, cuida do filho mais novo de oito meses quando uma equipe da Secretaria de Assistência Social entra para conversar com ela sobre o Bolsa Família.
A família só se cadastrou no programa do Governo federal agora, porque antes não tinha os documentos necessários, apesar de nunca ter tido nenhuma fonte segura de renda na vida. O marido de Maria faz bicos e recebe, quando consegue trabalho, em média 30 reais por dia. Nos meses bons, paga os 50 reais de aluguel da casa de três cômodos e compra comida para os filhos. Nos meses ruins, todos passam dias à base de uma papa feita de farinha e água, contam eles.

No município, seis de cada dez pessoas vive na pobreza, sendo que quatro delas estão em famílias cuja renda per capita não chega a 70 reais –são as consideradas extremamente pobres. As opções de trabalho são escassas: uma pequena rede de comércio no centro e cargos na prefeitura. A maioria das pessoas trabalha como diarista em roças ou no “roço da juquira”, a limpeza de áreas desmatadas para o pasto do gado. Cerca de metade dos moradores depende da bolsa do governo.

A equipe da prefeitura de Alto Alegre do Pindaré que visitava a casa de Maria Eliane fazia a chamada “busca ativa”, que tem o objetivo de procurar pessoas em situação de extrema pobreza que ainda não estão incluídas no benefício. Estima-se que 25% dos pobres do município que teriam direito à bolsa ainda não a recebem.

O EL PAÍS acompanhou o trabalho da equipe por dois dias na semana passada. Nas visitas, presenciou casos como o de Antônia Costa, de 31 anos, que se prostitui para complementar a renda; de Francilene Araújo, uma adolescente de 14 anos recém-casada que nunca saiu do povoado onde mora, ou de Sara de Jesus, grávida de quatro meses, que passa fome ao lado da filha de quatro anos. Nenhuma foi atrás do benefício ou porque moram longe da secretaria, onde é possível fazer o cadastro, ou por não terem os documentos necessários (CPF ou título de eleitor). Ao identificar casos assim, a equipe cadastra as famílias, explica como o programa funciona e como tirar os documentos –muitos não sabem que a primeira via é de graça.

A equipe de “busca ativa” atua na cidade há um ano, mas ainda não visitou todos os cerca de 200 povoados porque muitos só são acessíveis por meio de estradas precárias. A secretaria não tem carro adequado para chegar a esses locais, mas afirma que uma caminhonete chegará nos próximos meses. Um barco também foi comprado para que fosse possível alcançar as áreas ribeirinhas ou que alagam na temporada de chuva, mas o piloto ainda espera a chegada da habilitação para poder manejá-lo. No mês passado, 44 famílias foram “captadas” nas visitas.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome diz que o governo lançou a ação há três anos e, neste período, as equipes municipais conseguiram localizar 1,35 milhão de famílias. Atualmente, 13,9 milhões de casas recebem o Bolsa Família (cerca de um quarto da população brasileira), quase um milhão delas no Maranhão, onde se concentra a maior proporção de pobres do Brasil.

Para a ONU, o programa teve uma importante participação na redução da fome no país, que nos últimos 20 anos caiu pela metade. Atualmente, 3,4 milhões de pessoas (o equivalente a 1,7% da população) não têm o que comer no Brasil.
...................................
Conclusão: contra fatos não há argumentos. Não adianta Sarney continuar se vangloriando de ter tirado o Maranhão do atraso. A realidade, na maioria dos municípios, é de pobreza extrema. Cadê o progresso? Cadê o desenvolvimento? Por que milhares de maranhenses continuam saindo do estado para buscar sobrevivência em outros lugares? Na verdade, o longo domínio político do grupo Sarney produziu grande concentração de renda e exclusão social. É fato!

SÃO LUÍS SITIADA: Ataques criminosos continuam nesta segunda-feira e população está apavorada

Os mais longos e violentos ataques criminosos já registrados na região metropolitana de São Luís continuam nesta segunda-feira(22). Na madrugada foram queimados viaturas abandonadas em um depósito da Polícia Civil, no Radional, além de ônibus na garagem da empresa Gonçalves, no Vera Cruz. Mais cedo, por volta de 21h de domingo, um ônibus foi incendiado nas proximidades do ponto final do bairro Alemanha. No início da manhã desta segunda, veículos foram incendiados em um revendedora na Avenida dos Africanos.

O blog recebe informações de tiroteios registrados em alguns pontos da cidade. Na Avenida Tales Neto, no bairro João de Deus, comerciantes estão fechando seus estabelecimentos com medo de uma ameaça de arrastões. Foram ouvidos tiros nas proximidades da feira do bairro.


Moradores da região da Cohab informam que alguns comerciantes também estão fechando suas lojas com medo de ataques.

Na noite de ontem, domingo, líderes de facções criminosas distribuíram áudios pelo whatsapp determinando ataques a mais ônibus, a lojas comerciais e a shoppings. Fazem ameaças, ainda, a policiais e a vigilantes. Alegam que os ataques são em resposta ao endurecimento de regime disciplinar no Complexo de Pedrinhas, depois dos últimos motins. Além disso, há uma revolta com as transferência de detentos para o presídio São Luís III, onde o regime de detenção é mais rígido, sem algumas facilidades encontradas em outras unidades do sistema.

"Estão deixando a gente sem água, sem energia, sem comida. Estão atirando na gente com bala. Estão querendo tirar nossas visitas do pavilhão para colocar na quadra. Isso não vai dar certo. Ele (o diretor) tem que defender nossa integridade física. Ele tá fazendo a gente de cachorro. Já chega é disparando bala de verdade contra os irmãos. Enquanto isso continuar, vai rolar carnificina. Vamos queimar ônibus e invadir lojas. Não é na braba que essa coisa vai ser resolvida. Tem que conversar com a gente", dizem os detentos.


Neste momento, o comandante-geral da PM concede entrevista para falar dessa onda de ataques e o que a polícia está fazendo para enfrentar a violência imposta por facções criminosas. Alguns envolvidos nos ataques foram presos durante a madrugada.


TERROR NA MADRUGADA: Bandidos tocam fogo em veículos da polícia civil e em vários ônibus da empresa Gonçalves

A onda de violência se espalha por toda a São Luís na madrugada desta segunda-feira(22). O blog recebe relatos de várias ocorrências pela cidade. Policiais e bombeiros estão se desdobrando para atender a essas ocorrências. São as ações mais violentas comandadas por uma facção criminosa no Maranhão.
Veículos pegando fogo na garagem da Polícia Civil
Pelas informações, dois veículos foram incendiados na garagem da Polícia Cívil no bairro Radional. Outros bandidos invadiram a garagem da Empresa Gonçalves, no Vera Cruz, e incendiaram vários ônibus.

Veículos pegando fogo na garagem da Polícia Civil

Neste momento, a polícia militar está com um grande contingente nas ruas para evitar novos ataques e tentar prender os elementos envolvidos nesses atos criminosos.

Pelo whatsapp circulam vários áudios que teriam sido gravados por detentos de Pedrinhas ordenando os ataques.

Segundo uma dessas mensagens, os ataques terão sequência nesta segunda-feira. O clima é tenso nesta madrugada. 
Ônibus são incendiados na Empresa Gonçalves

Os ataques continuam: Mais um ônibus é incendiado em São Luís

A onda de ataques criminosos ordenados por uma facção criminosa teve continuidade na noite de domingo(21), em São Luís. Um ônibus da empresa Crisbel foi incendiado por volta de 21h no bairro Alemanha, quando se encontrava estacionado nas proximidades do ponto final dando apoio a um evento.

Já é o quinto ônibus incendiado nessa onda de ataques ordenados por líderes da facção criminosa denominada ‘Bonde dos 40’. Em diversas gravações (os salves) distribuídas pelo watsapp, integrantes dessa facção, que estão presos em Pedrinhas, dizem que os ataques foram iniciadas em resposta ao endurecimento do tratamento no presídio. Alegam que têm água e luz cortados, além de disparos constantes de tiros contra detentos.

Em princípio, achava-se que esses ataques seriam uma resposta à transferência de detentos para o Presídio São Luís III, onde o tratamento é diferenciado, sem algumas facilidades encontradas nas outras unidades prisionais. Os detentos dizem que o motivo não é esse, mas a forma como vêm sendo tratados, principalmente depois das últimos motins. Pedem que a direção, em vez de endurecer com eles, pare para conversar. “Com violência e ignorância, o bagulho vai ficar mais doido”, diz um dos detentos. Prometem continuar com essa série de ataques a ônibus e até a estabelecimentos comerciais e shoppings.


O serviço de inteligência da polícia já teria interceptado várias ordens que partem do Complexo de Pedrinhas e colocou todo o efetivo de prontidão para o enfrentamento dessa onda de violência.

Vídeos do ônibus em chamas no bairro Alemanha

domingo, 21 de setembro de 2014

Acidente grave em Bacabeira deixa 2 mortos na manhã deste domingo

Duas pessoas morreram em um acidente grave na BR 135, em Bacabeira, na manhã deste domingo(21). Os mortos ocupavam um corsa Classic, com placa de Axixá, na região do Munim.

Pelas informações, o acidente teria ocorrido em uma tentativa de ultrapassagem mal sucedida. O Classic bateu na lateral dianteira de uma carreta que transportava combustível. Com a colisão, o corsa ficou totalmente destruído.

O engarrafamento foi gigantesco nos dois sentidos da rodovia.



Flávio Dino saiu ileso dos ataques de ‘lobos’ na ‘toca dos Ribeiros’

Gilberto Lima

Amigos e amigas, não fiquem preocupados!

Flávio Dino é vacinado contra a raiva e não corre nenhum risco de adoecer, depois das mordidas de ‘lobos’ na ‘Toca dos Ribeiros’, na noite de ontem.

Em vez de um debate, montaram uma verdadeira armadilha. Queriam esfolar o homem vivo. Lobinho não estava só. Até ‘jornalistas’ faziam parte do bando.

O mestre de cerimônias – e não mediador – deixou claro que estava a serviço da causa lobística. Até agradeceu à senhora ‘loba’ pelo apoio ao espetáculo circense. Em vários momentos, insatisfeito com verdades ditas por Dino, o protótipo de mediador cassou a palavra do comunista.

Parecia um sensor militar, soldado da alcateia. Serviu de chacota. Talvez pense em ser secretário de comunicação de Lobinho. Na outra encarnação. Porque nesta, Inês é morta! Ou talvez queira voltar a comandar o jornalismo da ‘TV Lobo’.

Depois desse ataque de ‘lobos’, Dino segue para vencer a eleição no primeiro turno. Uma vitória que fará o Maranhão se libertar do atraso, do medo e do autoritarismo. Uma derrota àqueles que se achavam donos do Maranhão.


E que ecoe o grito de liberdade!

Roseana Sarney revela que denúncias de Paulo Roberto Costa abalaram a candidatura de Edinho

A coluna Painel, da Folha de São Paulo deste domingo(21), destaca que a governadora Roseana Sarney avisou à cúpula do PMDB que a campanha de Lobão Filho foi abalada pelas denúncias feitas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

O 'homem-bomba' da Petrobras foi o autor de denúncias de pagamento de propina a políticos da base aliada do governo, com dinheiro repassado por empresas que têm contrato com a estatal do petróleo. Entre os citados, estão a própria governadora Roseana Sarney e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, pai de Edinho.

Sem dúvidas, com esse abalo na campanha, a governadora tem certeza que ficou mais difícil evitar a vitória de Flávio Dinoc (PCdoB), ainda no primeiro turno.

Foi uma ducha de água fria na candidatura governista. Depois disso, a candidatura de Edinho Lobão passou a perder apoios. É crescente o número de candidatos e lideranças que aderem à candidatura de Flávio Dino.

Confira a nota do Painel da Folha deste domingo.

DO JP: Flávio Dino vence eleição no primeiro turno, apontam pesquisas Ibope, Exata e DataM



Contratada pela TV Mirante, da família Sarney, a pesquisa Ibope aponta vitória de Flávio Dino (PCdoB), com 21% de diferença para o segundo colocado. 
Na pesquisa DataM encomendada pelo jornal Ato&Fatos, Flávio Dino tem 56,3% das intenções de voto. 
Na pesquisa Exata/TVGuará/Fiema, Flávio Dino tem 58% das intenções de voto contra 29% de Lobão Filho.

Mais duas pesquisas confirmam, este final de semana, a liderança de Flávio Dino nas intenções de voto para governador. A apenas duas semanas do pleito, o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão tem 58% das intenções de voto contra 29% de Lobão Filho na pesquisa Exata/TVGuará/Fiema. Os candidatos Zéluis Lago, Pedrosa e Josivaldo têm, cada um, 1% das intenções de voto. Saulo Arcangeli não pontuou. Cerca de 5% dos eleitores não sabem ou não responderam. Outros 5% estão indecisos. A pesquisa Exata/TVGuará/Fiema foi registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob o número 0049/2014. Foram ouvidos 1.400 eleitores em 45 municípios maranhenses entre os dias 15 e 19 de setembro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Também o Ibope, contratado pelo Sistema Mirante da família Sarney, confirma a vitória do candidato da coligação Todos Pelo Maranhão no 1º turno. A pesquisa do instituto aponta vitória de 48 a 27 de Flávio Dino sobre o candidato da família Sarney Edinho Lobão. A pequisa indica vitória no 1º turno pois garante mais de 50% das intenções de voto em votos válidos. O Ibope foi contratado pela família Sarney e ouviu 1.204 entrevistados entre os dias 15 e 20 de setembro. Ela foi registrada sob o número 0052/2014 no TRE (Tribunal Regional Eleitoral)

DataM mostra a mesma diferença

Na pesquisa DataM encomendada pelo jornal Atos&Fatos, Flávio Dino tem 56,3% das intenções de voto. Mais que o dobro dos 27,5% de Lobão Filho. O candidato Zéluis Lago tem 0,7%; Pedrosa tem 0,5%; Saulo Arcangeli 0,5% e Prof. Josivaldo 0,3%. Cerca de 4,6% dos eleitores pretende votar em branco ou nulo e 9,5% não sabe ou preferiu não responder.

Em votos válidos, como ocorre na contagem oficial das eleições, excluindo brancos e nulos, Flávio tem 65% dos votos válidos e Lobão Filho teria 32%.

Rejeição de Edinho aumenta

O líder de rejeição continua sendo o candidato Edinho Lobão. O escândalo da Petrobras fez subir de 39 para 44% o volume de pessoas que não votaria em Edinho de forma alguma. Zéluis Lago tem 26% de rejeição; Pedrosa e Josivaldo têm 19% cada. Flávio é o penúltimo em rejeição: 16%, próximo a Saulo, com 15%.


DE O ESTADO DE S. PAULO: Sarney em versão ‘aposentada’ busca manter relevância

Fábio Brandt/São Luís – O Estado de S. Paulo

Intervenção de ex-presidente no debate nacional reverbera pouco; no Maranhão, clima de mudança coloca em xeque seu domínio

Figura dominante da política nacional desde que governou o Maranhão na década de 1960, o senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB), de 84 anos, entrou na campanha desta ano vivendo um período de declínio.

Essa “baixa” ficou evidente na última semana, quando Sarney tentou intervir no debate da eleição presidencial. Ele criticou seus aliados Lula e Dilma Roussef. Disse que o PT corre o risco de perder a eleição e que Lula parece ter perdido a “aura de invencibilidade”. Também bateu em Marina Silva (PSB), afirmando que ela “tem cara de santinha”, mas é “radical” e “raivosa”. As declarações em nada mudaram o cenário da disputa.

O declínio do patriarca começa no local onde ele se projetou para a política. O ex-presidente entrou na eleição maranhense deste ano apoiando o segundo colocado nas pesquisas, Edison Lobão Filho (PMDB), e sem a perspectiva de, mesmo em eleições futuras, ver um parente reassumir o governo estadual.

Sarney não tem um herdeiro para substituí-lo após a aposentadoria – ele diz que deixará a vida pública em janeiro de 2015. Sua filha, a atual governadora Roseana (PMDB), foi reeleita em 2010 e não pôde disputar o cargo de novo. Depois de especulações sobre tentar o Senado, ela anunciou que, como o pai, vai se aposentar após terminar o atual mandato, em dezembro.

Os outros filhos do ex-presidente são o deputado federal Zeca (PV-MA) e o empresário Fernando. Mas uma rara convergência entre aliados e adversários de Sarney é a certeza de que nenhum dos filhos tem condição de assumir o lugar do pai. Um sempre se

dedicou mais à carreira política em Brasília. O outro se tornou o homem forte dos negócios da família.

Políticos que estiveram com Sarney por décadas aguardam a chance de ocupar o espaço deixado por ele. Um dos primeiros da fila é o ministro de Minas e Energia e também ex-governador do Maranhão, Edison Lobão (PMDB), que emplacou seu filho como candidato do grupo “sarneyzista” neste ano.

“Edison Lobão pai era o candidato natural do grupo. Não foi candidato porque teve problema de saúde”, diz o deputado Chiquinho Escórcio (PMDB-MA), um dos principais auxiliares de Sarney. O senador Lobão Filho foi escolhido, segundo Escórcio, porque pesquisas do partido indicavam sua viabilidade. Também foram cogitadas, diz o deputado, as candidaturas do ex-ministro Gastão Vieira e do presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo.

A escolha de Lobinho – como é conhecido o candidato em sua terra natal – acabou tornando a situação eleitoral de Sarney ainda mais frágil. No meio da campanha, a revista Veja publicou reportagens ligando não apenas a família Sarney, mas também Lobão pai ao esquema de corrupção montado pelo ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef. Segundo a publicação, Costa citou Roseana e o ministro entre os políticos beneficiados pelo esquema.

A relação entre o grupo de Sarney com Costa e Youssef passou a ser usada no discurso do candidato oposicionista, Flávio Dino (PCdoB), ex-deputado federal que está em primeiro nas pesquisas de intenção de voto e pode até vencer no 1º turno.

No debate entre Dino e Lobão Filho promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, o assunto foi mote de diversas rodas de conversa paralela. “Ele está foragido”, disse o deputado Domingos Dutra (SDD-MA), sobre a ausência de Lobão pai no debate. Coube ao candidato defender o pai. Indagado pelo Estado sobre as acusações, Lobinho disse: “Nunca houve esse episódio. É inteiramente falacioso.”

Após Lobão ser envolvido no escândalo, o PT, que entrou formalmente na coligação de Lobinho, enviou adesivos da presidente Dilma Roussef ao lado de Flávio Dino para manifestar apoio ao candidato do PCdoB. Um dia depois, a própria presidente da República confirmou a legitimidade do material. “Eu mandei porque o Flávio Dino me apoia. Há adesivos para todos os candidatos que me apoiam”, afirmou Dilma em entrevista coletiva.

O candidato de Sarney poderia ter sido outro. Até o início do ano, Roseana tentou viabilizar o peemedebista Luís Fernando Silva, ex-secretário da Casa Civil e de Infraestrutura. Mas, por ser próximo da família de Jorge Murad, marido da governador, ele teve receio de perder influência em outras alas do PMDB.

Assim como tentou entrar no debate da eleição nacional, Sarney também participa de eventos da eleição maranhense, em que manifesta apoio a Lobinho. A depender do resultado das urnas, ele pode ter não apenas perdas políticas, mas também econômicas. Faz parte do conjunto de promessas de Flávio Dino cortar repasses do governo para o grupo de comunicação de Sarney, que inclui a TV Mirante – retransmissora da Globo. “A TV Mirante vai ter uma participação de acordo com sua importância. Não vou eliminar a TV Mirante porque isso seria perseguição. Mas não vai ter privilégio, como hoje tem”, afirmou Dino.


Sarney, Roseana e Edison Lobão não quiseram conceder entrevista ao Estado.

O Globo: Após ato com Sarney, candidatos apoiados pelo ex-presidente no MA caem nas pesquisas

Na briga pelo governo, Flávio Dino ampliou vantagem sobre Lobão Filho, que é agora de 21 pontos, segundo pesquisa Ibope. Gastão Vieira aparece empatado técnicamente com Roberto Rocha

Ex-presidente José Sarney: apoio a Lobão Filho e Gastão Vieira, que caíram nas intenções de voto – Ailton de Freitas / Agência O Globo

SÃO LUIS — O candidato do PCdoB, Flávio Dino, ao governo do Maranhão ampliou a sua vantagem sobre o segundo colocado, o candidato do PMDB, Lobão Filho, e aparece 21 pontos percentuais à frente do concorrente, segundo pesquisa Ibope divulgada neste sábado pela TV Mirante, afiliada da Rede Globo no estado. O instituto também registrou empate técnico na disputa ao Senado entre o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB), e Roberto Rocha (PSB).

As quedas dos candidatos apoiados família Sarney ao governo e ao Senado ocorreram na mesma semana em que o senador fez sua estréia em um ato de campanha, onde pediu votos para Gastão Vieira e Lobão Filho. Sarney até o momento não participou da propaganda eleitoral na TV e no rádio para nenhum dos dois candidatos.

Pelo novo levantamento do Ibope, Dino aparece com 48% das intenções de votos, contra 27% de Lobão Filho. Os outros quatro candidatos não chegaram a 1%. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa anterior do instituto, divulgada dia 6 de setembro, Flávio Dino tinha 42% e Lobão Filho, 30%. Os votos brancos e nulos subiram de 5% para 8%, e os que não sabem ou não souberam responder representam agora 18% ao invés dos 16% registrados anteriormente.

Na briga pelo Senado, o Ibope aferiu empate técnico na disputa ao Senado entre o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB), que aparece com 26% das intenções de voto, e Roberto Rocha (PSB), com 24%. Na pesquisa anterior, Vieira havia sido apontado como o nome preferido de 29% dos eleitores e Rocha, o de 19%.

A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 17 e 19 de setembro com 1.204 eleitores, e foi registrada no TSE sob o protocolo 00696/2014 e no TRE-MA sob o número MA 00052/2014.

DISPUTA PELA PRESIDÊNCIA

O Ibope levantou também as intenções de votos do eleitor maranhense entre os candidatos à Presidência da República, e registrou a oscilação de Dilma Roussef (PT) de 59% para 60% e de Aécio Neves (PSDB) de 5% para 6%. A candidata Marina Silva (PSB) apresentou queda além da margem de erro: de 24% foi para 19%.

sábado, 20 de setembro de 2014

Prefeito Edivaldo vistoria conclusão de obras na cidade

O prefeito Edivaldo acompanhou, neste sábado (20), a finalização dos serviços na Avenida Colares Moreira e as obras de alteração geométrica do retorno do Bacanga. As alterações no trânsito dos dois locais viabilizarão uma dinâmica de tráfego mais organizada nas avenidas, gerando redução dos pontos de congestionamento nas vias. As obras compõem o conjunto de medidas do Plano Estratégico de Melhorias para o Trânsito.

“São melhorias que estamos realizando em vários pontos da cidade cujo objetivo é dar mais fluidez ao transito. Essas intervenções também acontecem em outros trechos de grande congestionamento da cidade. Alem desses, outros pontos já estão em estudo”, disse Edivaldo.

Os retornos de laço de quadra na Avenida Colares Moreira foram construídos próximo ao Atlanta Center e às imediações da loja da TAM Viagens. No projeto consta também a instalação de conjunto semafórico e nova sinalização horizontal e vertical. Para que todas essas ações sejam possíveis, a Prefeitura está modificando o canteiro central da via, onde os trabalhos foram realizados durante este fim de semana.

Com a conclusão do serviço, o motorista que vier no sentido Renascença/Centro, e quiser voltar ao bairro, deverá fazer o retorno de quadra entrando na Rua dos Timbós, passando pela Rua das Juçaras e depois Rua das Sucupiras, onde poderá fazer o cruzamento nas proximidades da loja TAM Viagens.

Já o motorista que vem no sentido Centro/Renascença que deseja retornar para o Centro, deve entrar na Rua das Sucupiras, próxima a Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (Esmam), e seguir pela Rua dos Ipês até a Rua dos Timbós para fazer o cruzamento na altura da Mark Pedras.

Junto da sua equipe, o prefeito vistoriou a intervenção do retorno do Bacanga, na confluência das avenidas Vitorino Freire, Africanos e Portugueses. Enquanto averiguava os trabalhos, o prefeito Edivaldo teve uma recepção positiva dos motoristas com acenos em sinal de aprovação e cumprimentos calorosos. Foram fechadas duas alças da via para melhor fluidez do trânsito, uma no sentido Bacanga/Fonte do Bispo e a outra no sentido Areinha/Africanos.

A fase de terraplanagem da via está sendo finalizada e já foi iniciada a imprimação da pista de rolamento. Os serviços consistem também na colocação de meio-fio, além da separação e pintura das novas faixas. O secretário de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, explicou que com a intervenção o retorno do Bacanga terá capacidade para receber um número maior de veículos. “As pistas principais, Vitorino Freire e Africanos, ganharão mais uma pista de rolamento, aumentando para quatro o número de pistas”, informou Canindé.

Ao fim das obras, que têm previsão de conclusão de 45 dias, o sentido do trânsito funcionará do seguinte modo: para realizar o retorno em direção ao Bacanga, os condutores que saírem da Africanos entrarão à direita e realizarão a manobra mais à frente à esquerda, livre de semáforos. Para o retorno, serão disponibilizadas duas vias que se unirão com outras duas da Avenida Senador Vitorino Freire. Dessa forma, os condutores terão quatro vias para transitarem livremente em direção ao Bacanga.

Os condutores que saírem da Avenida dos Portugueses realizarão o mesmo procedimento para fazer o retorno. Os motoristas contarão com quatro vias, duas para os que seguirão em direção à Africanos e outras duas para quem desejar ir para a Senador Vitorino Freire e realizar o retorno ou seguir em frente.

Estiveram presentes durante a vistoria realizada pelo prefeito os vereadores Francisco Chaguinhas (PSB) e Batista Matos (PPS); os secretários municipais Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos), Canindé Barros (Trânsito e Transportes) e Robson Paz (Comunicação).

AFRICANOS

A Prefeitura de São Luís também realiza intervenções em outros trechos importantes para melhor fluidez do trânsito como na Avenida dos Africanos nas imediações do Parque Timbira. Os retornos foram fechados para a abertura de uma nova passagem, que interliga uma transversal que sai do Coroado, trazendo o fluxo dos veículos para retornos de quadra. Além disso, foi realizada a sinalização completa da área com a instalação de semáforos para garantir maior segurança aos pedestres.

Com a alteração, os motoristas que trafegam no sentido Outeiro da Cruz/Bacanga e precisarem fazer o retorno deverão entrar na Rua dos Gatões. Eles deverão fazer conversão à esquerda para chegarem à Rua do Arroz e então passarem pelo cruzamento.

Já para quem trafega no sentido Parque Timbira/Avenida Africanos e está seguindo para o Coroado, o acesso será feito saindo da Avenida Venâncio de Queiroga e seguindo direto pela Rua da Minerva. Se no lugar do Coroado, o condutor estiver indo para o Centro, bastará sair da Avenida Venâncio Queiroga e virar à esquerda no cruzamento com a Avenida dos Africanos.

A opção pelos retornos de quadra reduz a concentração de veículos formando filas duplas nas avenidas e viabiliza o fluxo natural da via. O condutor que descer a Avenida Vicente de Queiroga, entrada do Parque Timbira, também terá acesso direto a Africanos, sentido Centro, por um retorno que será aberto em frente à via.

PONTE DO BAIXÃO

Durante este sábado, o prefeito Edivaldo também acompanhou as obras da Ponte do Baixão, no bairro do São Cristovão. A previsão é que dentro de 15 dias as obras estejam totalmente concluídas. A construção da ponte integra o conjunto de intervenções realizadas pela Prefeitura de São Luís após as inundações no primeiro semestre deste ano que atingiram vários pontos da cidade.

“Era um acesso precário de madeira que a chuva levou e agora uma ponte de concreto armado é construída. A comunidade não passará mais pelo sofrimento de antes, que se arrastava ao longo dos anos”, afirmou Edivaldo, que vistoriou os serviços ao lado de moradores da região.

A ponte tem 2 metros de altura em relação ao nível da água no período de estiagem e conta com 6 metros de vão livre e 12 metros de largura. Ela substituirá a antiga estrutura improvisada pelos moradores que foi danificada no período das fortes chuvas. O Baixão foi uma das 31 áreas afetadas pelas inundações que ocorreram em São Luís no primeiro semestre, permanecendo praticamente isolada desde então.

O morador Flauberth Pinheiro relatou que o acesso se dava apenas por uma tábua de madeira, o que oferecia riscos à comunidade. “Assim que a ponte estiver pronta, vai gerar um beneficio muito grande para a população, pois poderemos nos deslocar com mais segurança”, disse. Já a dona de casa Veralucia Moreno destacou a qualidade do serviço executado. “A sustentação está muito bem feita, vemos que é um trabalho de qualidade”, disse.

Desde o início das obras o prefeito tem acompanhado o andamento dos trabalhos, sendo esta a terceira visita ao local. A construção da ponte foi iniciada no mês de julho, com orçamento no valor de R$ 317 mil. Segundo o secretario de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antônio Araújo, a nova ponte será toda de concreto armado visando garantir aos moradores segurança, uma vez que a construção considerou a elevação das águas do córrego em períodos de chuva.

“A fundação foi concluída, na fase atual da obra estão sendo construídas três vigas para a colocação do tabuleiro e depois o concreto”, detalhou o secretário da Semosp, ao acrescentar que todo o entorno da ponte será urbanizado através da implantação de bloquetes e será feita a limpeza do canal que passa pelo Rio Paciência.

Durante as visitas deste sábado, o prefeito citou uma série de outras ações que estão sendo realizadas pela Prefeitura para a melhoria da qualidade de vida da população, entre as quais a reforma de unidades de saúde, reformas e ampliações do Socorrão I e II, do Hospital da Criança, intervenções no Hospital da Mulher e obras de infraestrutura, a exemplo da construção de uma rede de drenagem profunda na Rua Brasília, no bairro Santa Bárbara, e serviços de requalificação asfáltica em diversos bairros.

Balanço dos ataques criminosos: Quatro ônibus e um micro-ônibus incendiados, e uma delegacia atacada

Atentados foram registrados em São José de Ribamar e São Luís.
Rodoviários recolheram os ônibus às 15h.
Delegacia do João Paulo foi atacada

Ônibus foi incendiado no bairro Alto do Pinho

Quatro ônibus e um micro-ônibus foram incendiados neste sábado (20), em São Luís e São José de Ribamar, municípios da região metropolitana de São Luís. Em São Luís, os atentados aos ônibus aconteceram nos bairros Alto do Pinho, Santa Bárbara e na sede da empresa Viação Abreu, no Jardim São Cristóvão. 

Já em Ribamar, um micro-ônibus que presta serviços de transporte alternativo, também foi queimado. Segundo o coronel Marco Antônio Alves, comandante do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) de São Luís, os ataques podem ter ligação com as recentes fugas do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. 
O primeiro incêndio foi registrado no fim da manhã, no Alto do Pinho, quando quatro homens armados entraram no coletivo e roubaram pertences dos ocupantes. Após o roubo, todos os passageiros foram retirados do veículo e o coletivo foi incendiado. Uma unidade do Corpo de Bombeiros e uma guarnição da Polícia Militar foram encaminhadas para o local. 


A ação mais audaciosa aconteceu na garagem da Viação Abreu. Segundo a polícia, um grupo invadiu o local e ateou fogo em dois ônibus, que ficaram completamente destruídos.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Maranhão (Stremma), Gilson Coimbra, afirmou que, após decisão da diretoria, todos os ônibus foram retirados das ruas neste sábado (20) desde as 15h.


Um outro ataque, mas a um micro-ônibus, também foi registrado em São José de Ribamar. Por volta das 14h, um grupo de jovens entrou no veículo, mandou todos os passageiros descerem e ateou fogo. Apesar de todo o veículo ter sido destruído, ninguém ficou ferido.

Os ataques podem teriam sido ordenados por líderes de facções criminosas que estão presos no presídio de Pedrinhas. Eles estariam revoltados com as transferências de presos para o presídio São Luís II, onde o regime é mais rigoroso. Pelas redes sociais, detentos têm enviado mensagens para integrantes de facções criminosas para que continuem com os ataques. os alvos são ônibus e delegacias de polícia. 

Tiros disparados contra a delegacia do João Paulo

Por volta de 15h30, a delegacia do João Paulo foi alvo de um ataque. Pelas informações de policiais, foram disparados quatro tiros que atingiram uma viatura e paredes. No momento do ataque, apenas um vigilante terceirizado se encontrava no interior da delegacia, que estava fechada.



A perícia esteve no local e recolheu fragmentos dos quatro projéteis de um revólver calibre 38. As pessoas que presenciaram o ataque, não deram informações que pudessem levar à identificação de quem participou dessa ação criminosa.


Assista ao vídeo com informações desse ataque à delegacia do João Paulo.

SÁBADO TENSO EM SÃO LUÍS: ônibus são incendiados e rodoviários anunciam paralisação a partir de 15h

ônibus incendiado no Alto do Pinho, no Anil
A diretoria do Sindicato dos Rodoviário decidiu que os ônibus vão deixar de circular em São Luís a partir das 15h deste sábado(20). Todos os ônibus serão vão ser recolhidos às garagens.

O motivo seria ataques registrados na manhã deste sábado. O blog tem conhecimento de que dois coletivos foram incendiados na área do Alto do Pinho, no Anil. Há informações de ataques também na área do Coroadinho.

Os ataques teriam sido comandados por quatro elementos que carregavam grande quantidade de combustível, em motos.

Suspeita-se que os ataques possam estar partido de dentro do Complexo Penitenciários de Pedrinhas, onde integrantes de facções criminosas estão revoltados com a trasferência de detentos para o presídio São Luís III, onde não contarão com algumas 'regalias'.

O clima é tenso em São Luís neste sábado. O temor é que outros ataques possam ocorrer em outros pontos da cidade.



A 15 dias da eleição, Flávio Dino mantém o dobro de votos do segundo colocado

Flávio subiu dois pontos na pesquisa Exata/TVGuará/Fiema e agora tem 58% das intenções de voto contra 29% de Edinho Lobão

A apenas duas semanas do pleito que definirá o próximo governador, o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão Flávio Dino mantém o dobro das intenções de voto do candidato da família Sarney, Edinho Lobão. Flávio subiu dois pontos na pesquisa Exata/TVGuará/Fiema e agora tem 58% das intenções de voto contra 29% de Edinho Lobão. Os candidatos Zéluis Lago, Pedrosa e Josivaldo têm, cada um, 1% das intenções de voto. Saulo Arcangeli não pontuou. Cerca de 5% dos eleitores não sabem ou não responderam. Outros 5% estão indecisos.

Em votos válidos, Flávio Dino teria 64% das intenções de voto se a eleição fosse hoje, contra 32% do candidato da família Sarney. A pesquisa Exata/TVGuará/Fiema foi registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob o número 0049/2014. Foram ouvidos 1.400 eleitores em 45 municípios maranhenses entre os dias 15 e 19 de setembro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Rejeição de Edinho aumenta

O líder de rejeição continua sendo o candidato Edinho Lobão. O escândalo da Petrobras fez subir de 39 para 44% o volume de pessoas que não votaria em Edinho de forma alguma. Zéluis Lago tem 26% de rejeição; Pedrosa e Josivaldo têm 19% cada. Flávio é o penúltimo em rejeição: 16%, próximo a Saulo, com 15%.

Vídeos de fatos que foram destaques na sexta-feira: passeata dos policiais civis e ataque ao prédio da prefeitura


Policiais Civis em greve fazem passeata no centro de São Luís. Queriam chegar ao Palácio dos Leões, onde a governadora se refugia em momentos de tensão. Foram impedidos por PMs que fecharam as grades colocadas no entorno do palácio. Prometem mais protestos para os próximos dias de greve, apesar de uma liminar que proíbe o movimento.
 

Mais um vídeo da passeata dos policiais civis.
 


Vândalos picham prédio da Prefeitura de São Luís. Os autores desse ato criminoso são da juventude do PMDB. Na verdade foram diversos prédios pichados por esses vândalos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...